Oposição



Camilo, do PSB, foi o único voto contra transferir COAF da Economia para o Ministério da Justiça, onde Moro, ex-Lavajato, reina absoluto —ou quase.
Sem maiores explicações.