Calote



Tabalhadores da Zamin fizeram manifestação em frente ao portão de acesso do bloco administrativo da empresa, em Santana.
Cobram salários e benefícios que deixaram de ser pagos há pelo menos cinco meses.