Alcunha



Playboyzinho-da-terceira-idade!
É como estão chamando Collor, em Brasília, depois de outra vez apanhado com a mão no cofre público.