Impeachment



O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Moisés Souza, informou, ontem, que dois pedidos de impeachment contra o governador Waldez Góes e o procurador geral do estado, Narson Galeno, são lidos, hoje, na sessão daquele poder. Os pedidos foram elaborados pela procuradora geral da própria AL, Carla Zaloo e dois advogados. Os impeachments, conforme informação de Moisés Souza, foram pedidos porque, no entendimento dos denunciantes, Waldez e Narson descumpriram o artigo 187 da Constituição do Amapá, que trata sobre antecipação duodecimal. O governador, orientado pelo procurador geral do estado, teria feito antecipação de duodécimo à Assembleia, sem autorização legislativa. O Tribunal de Contas do estado já se manifestou sobre o assunto, considerando a antecipação ilegal. Após a leitura dos pedidos de impeachment, o presidente Moisés Souza escolherá os membros da comissão processante que intimará Waldez Góes e Narson Galeno, para se defenderem. Caso o trabalho da comissão processante seja aprovado em plenário, o gestor do estado será afastado por 120 dias para ampliar a sua defesa no processo de impeachment.