No bolso



 Ação do MP e bater do martelo do Tjap, Paulo José foi condenado a devolver R$ 257 mil ao erário, por diárias recebidas indevidamente enquanto deputado.
PJ vai recorrer.