Gato e rato



Audiência de conciliação entre GEA e Petrobras na Justiça Federal mais uma vez não aconteceu – e agora por um motivo hilário: representantes da estatal não tinham poder de negociação.
Tudo a ver com dívida de ICMS que o governo quer receber, atualmente estimada em R$ 300 mi.