Atoleiro



No dizer de Teles Jr. (Seplan), Amapá já não vive crise, mas, sim, um medonho atoleiro econômico.
Dívida pública já beira os R$ 400 milhões, com pagamento mensal de R$ 23 mi – dinheirama que faz falta na saúde, educação e segurança pública.