Pobreza



Sem medo de exagerar na tinta, a atual campanha eleitoral tem se revelado a mais chinfrim dentre tantas outras já passadas em Macapá.
Dando exceção à regra, principalmente pela carência de conteúdo, por onde eleitor possa avaliar em quem votar com absoluta segurança.