É o cara!



“Se pudesse, até daria um Oscar pro Gilvam pelo desempenho dele na eleição municipal”, disse Feijão, depois de provocado —sem alterar um traço no rosto sequer.