Receptivo



Sobre a Operação Rescisória, do MP, presidente Amanajás (Alap), sem necessidade de consultar as bases, foi direto e preciso:
“A Casa está às ordens. Sintam-se à vontade”, disse, também interessado em desvendar supostos ilícitos, se existem.