Greve



Mulherio do Amapá aderiu à greve deflagrada em mais de 50 países nesta quarta 8, chamando à atenção a necessidade de se combater a violência doméstica.