Procedimento



Paulo Lemos (Pros): “A Lei permite a possibilidade de acordo que possa resultar na devolução do que foi recebido indevidamente. O devolvido vai pros cofres do estado e a multa para o fundo de combate à corrupção”.