Fiasco



Muda Brasil, partido que também seria dos ‘gurgéis’ no Amapá, teve registro indeferido pelo TSE (5 a 1).
Com Valdemar Costa Neto, do PR, na articulação, legenda era um dos focos de Bolsonaro para disputar PR.