Rosário



Prefeito de Itaubal é acusado, dentre outras irregularidades, de sonegar informações à Câmara, recusar-se a enviar documentos requeridos pelo MP e realizar obras e fazer compras sem licitação, além de atrasar injustificadamente salários dos servidores.