Coercitiva jamais!



Por ação da OAB, Gilmar Mendes (STF) proibiu condução coercitiva de qualquer pessoa para prestar depoimento.
Concedida em caráter liminar, medida agora será apreciada pelo Pleno do Supremo, o que deverá ocorrer só após o recesso.