Ilegalidade



Absolvição de Moisés, porém, só vale para a ação julgada nesta terça, mas defesa dele comemora por considerar que reconhecimento da ilegalidade vai refletir sobre todas as demais ações não apenas no Tjap, como também nos tribunais superiores, em Brasília.