Esperteza



“Há muitas armadilhas, mas a maior é a que mantém o regime geral, porque empregado e empregador vão poder optar entre a repartição, quando ambos contribuem, e a capitalização, em que apenas o trabalhador paga; é claro que o patrão vai optar pela capitalização pra ele não pagar nada”.
Camilo, deputado (PSB)