Pilantragem



Polícia Civil já ‘pegou’ o estelionatário Müller Silva da Silva, 33, que se aproveitando da crise braba também entre os jovens de Macapá, enganou pelo menos 250 deles com promessa de emprego na Petrobras.

Cobrava de cada um de R$ 50 a R$ 300, a título de inscrição para curso preparatório.

Então, cadeia nele.