17 de julho de 2024
Compartilhe

Para o geólogo Antônio Feijão, potencial petrolífero do Amapá tem que ganhar destaque no debate eleitoral.

“Nos estados onde não têm motores de desenvolvimento, bases de infra-estrutura de produção, o petróleo é apenas um papagaio que fica amarrado em alguma coisa e passa por cima, flutuando e voando”, pontuou Feijão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.