17 de julho de 2024
Compartilhe

O bramido do governador Clécio, na entrevista ao Globo, sobre o petróleo da costa do Rio Amazonas, ainda em processo de desencalhe no Ibama, ecoou muito bem em Brasília. Principalmente quando, sem meias palavras, disse que “a decisão que saiu do Ibama nos proibiu o elementar: o direito a pesquisar a nossa costa. Quero poder produzir petróleo, mas não significa que eu queira de qualquer jeito. […] Quem disse que nós queremos ser santuário de alguma coisa?

Queremos ter direito a viver com dignidade”, tascou Clécio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.