Destino



Por acaso, encontro com Roberto Góes na AL, hoje.
Diferenças à parte, o circo até fumegou, mas não pegou fogo. E, civilizadamente, um breve cumprimento.
Resumo da opereta: sem mortos e feridos, ao fim e ao cabo.

Absurdo



Um comerciante, daqueles que ocupam o calçadão da Praça Barão, reclamava na televisão, dia desses, que a bola vinda das quadras esportivas estava atrapalhando os negócios dele e de outros invasores.
E até apelou pra que ‘autoridades’ proibissem jogos ali no horário noturno.Vê se pode?!

 

Tudo certo



Enredo fechado: Dilma vem pra inauguração do habitacional São José, em maio, no Buritizal.
Palavra de Randolfe, que esteve com ela no Alvorada, recentemente.

 

Reação



Camilo foi ao twitter e escreveu que vai processar Waldez por ‘dívidas astronômicas’ atribuídas ao governo dele.

—Tudo invenção. E se existem, elas vêm da época em que governou o Amapá. Nada a ver com o meu governo, disparou Camilo.

 

Dicotomia



De Bruno Cei, que já assessorou Anglo Ferrous e Zamin Mineradora, sobre suposto ‘empobrecimento’ de Eike Batista.

—A ‘pobreza’ dele ainda vale mais do que a riqueza do Amapá.

 

Disponibilidade



Dalva vai à boca do palco e reclama por ainda não estarem usando em favor da Unacon, no HCAL, dinheiro de emenda dela, já na conta do governo estadual.

 

Diálogo



Moisés, Papaléo e Edinho, em troca de prosa política no gabinete presidencial, na AL, hoje.

 

Sentimento



Não reeleito, apesar de bem votado (4 mil e 700 votos), Balieiro revela-se um poço de mágoas com o PSB e que logo, logo muda de partido –para o PDT, mais precisamente.

Nocivo



 Sub-secretário Eldren Lage: “Febre do chicungunya é menos letal que a dengue, ou seja, mata menos.”

Reação



 De Capiberibe, quando indagado se iria pra posse de Dilma, em Brasília.

—Não vou sujar minhas mãos de petróleo.

Saldo



De um pedetista, em versão salamaleque, sobre visitas de Waldez a escolas e unidades hospitalares.

—Está vendo o que sobrou de tudo aquilo que fez nos dois governos dele.

Visita



 Priorizando velhas amizades, Randolfe, cordialmente, esteve no DA Rádio/Jornal, hoje.

Sobre deixar ou não o Psol, como especulam, preferiu encolher conversa.

—É um processo de logística complexa.

Residência



Sem mandato depois de fevereiro, Dalva ainda fica por uns tempos frequentando ponte aérea BSB/MCP, e vice-versa.

A pedido de Falcão, dando uma forcinha na liderança nacional do partido, no DF, de JK.

Cordialmente



Petista desde os ‘cueiros’, Dalva Figueiredo me visitou, hoje.

Trouxe consigo o que tem de mais rico: o sorriso!

O suficiente pra encher minha sala de alegria.

Consulta



Chequei meu Email, hoje.

Nenhum aviso de crédito de meu 13º salário, muitos recados de credores, mas, pra alegria dos meus netinhos, nenhuma ‘ameaça de morte’.

Viva!!!