Inculpabilidade


Jorge Amanajás (Setrap): “Volto a transitar politicamente assim que provar minha inocência na Justiça.”