Balanço



Carlos Matias em full-time passando a Secult a limpo, tim-tim-por-tim todo o montante de dívidas contraídas com fornecedores, prestadores de serviços e artistas locais.
Uma trabalheira e tanto, considerando calotes que vêm sendo dados desde a sepultada Fundecap até os dias atuais.