Usurpação



Fora usurpação de cadáveres, que volta e meia ocorre, cemitérios de Macapá continuam alvos de bandidos.
Agem depredando túmulos para surripiarem granito e bronze, vendidos no mercado negro a preços generosos.