Discordância



Lira adia, de novo, votação da PEC da Vingança que altera a composição do Conselho Nacional do Ministério Público.

Expectativa é que PEC 05 seja votada apenas na terça-feira (19).

Interlocução



Ivana Cei defende diálogo sobre a PEC da Vingança, diz O Antagonista. Para a PGJ do MP-AP e presidente do CNPG, “o diálogo com Parlamento é necessário e salutar desde que não abramos mão da nossa autonomia. Ou dialogamos ou deixamos pra lá e vamos para o embate. O diálogo é bom para melhorar o texto”, disse.

Apoio



Presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE), senador Otto Alencar (PSD-BA) saiu em defesa de Davi nesta quinta (14) sobre a não convocação da sabatina de  André Mendonça pela CCJ:

“O Davi tem outras propostas que já estão encaminhadas há algum tempo e que precisam ser apreciadas. Creio que nesse caso do André Mendonça existe um grupo bem grande de senadores que reage à essa apreciação e não é só o Davi e eu, mas dentro da própria CCJ tem colegas que também são contra”, pontuou Alencar.

Contrariedade



Segundo o colunista na Metrópoles, Igor Gadelha, nem o senador Flávio foi tão simpático à escolha de André Mendonça, pelo pai Bolsonaro.

No almoço que ofereceu a Davi Alcolumbre na segunda (11), o filho do PR teria admitido que seu nome preferido para o STF era Humberto Martins, atual presidente do STJ.

Capturado



Alberto ‘Imperador’, investigado por dezenas de crimes e considerado o ‘01’ da facção FTA, um braço do PCC no estado, foi preso nesta quinta (14) durante operação no Complexo da Maré (RJ).

Coronel Carlos (Sejusp) disse que a prisão de Imperador faz parte do plano estratégico montado pelo GEA para reprimir ações criminosas e isolar líderes de facções.

Experiência



Chef Geane Gomes, do Restaurante 313, participa do Festival Gastronomia do Brasil, em SP.

Geane foi considerada a melhor Chef de Cozinha do Amapá em 2020, e também possui certificado de Cuisine Supérieure, da escola francesa Le Cordon Bleu.

Pódio



Aplausos para a colega jornalista Laura Machado, cá de casa, pelo 1º lugar na categoria Profissional de Comunicação (internet), abiscoitando ‘Prêmio Amapá de Ciência, Tecnologia e Inovação Robério Nobre’, evento da Setec (GEA).

Laura foi ao pódio por conta da matéria jornalística sobre “os perigos do movimento antivacina para a saúde pública”, publicada no site do Café com Notícia (Diário FM).

Reconhecimento



Amapaense, professor doutor José Carlos Tavares está entre os 10 mil melhores cientistas da América Latina.

É o que revela o ranking internacional AD Scientific Index 2021.

Tavares já é membro da Real Academia de Farmácia da Espanha e, também, da Academia Nacional de Farmácia.

Orgulho!

Topo



Amapaense, Júnior Maciel [eleito] agora é membro do Conselho da União Pan-Americana de Taekwondo.

Ele é o atual presidente da CBTKD e, também, com assento no COB – Comitê Olímpico Brasileiro.

Persistência



Ex-deputada, não reeleita pelo PSD em 18, Aparecida volta ao escrutínio em 22, mas agora com broche do Avante —e, inclusive, avalizada pelo presidente do partido no ES, Marcel Carone, a quem Regildo Salomão (TCE), marido dela [Aparecida], visitou recentemente.

Bate/rebate



Para o secretário Luiz Carlos (Cidades), Silvia Waiãpi “saiu escorraçada da SESAI por seus parentes aqui do Amapá”, como dito pelo próprio em grupo de WhatSApp, recentemente, ao opinar sobre possível candidatura dela [Silvia] ao Senado, em 22.

“Vai ter troco”, garantem aliados.

No PTB



Pastor Guaracy Jr., já desocupando sala no PSL, se muda de malas e cuias para o PTB, por onde pensa viabilizar candidatura ao Senado, em 22.

“Impossível no novo PUB44, por conta de um inconveniente chamado Davi Alcolumbre”, justifica.

Silêncio



Eleição já ronca à porta, mas Clécio ainda caminha da cozinha pra sala de estar, e vice-versa, duvidoso entre Avante e PSDB como seu novo porto seguro, depois que rompeu com a Rede Sustentabilidade.

Tem até março pra decidir.

Preocupação



Para Ivana Cei, PGJ do MP-AP e presidente do CNPG, a PEC 05, que tramita na Câmara dos Deputados, tira autonomia do MP e pretende implementar controle político sobre a atividade finalística dos Promotores e Procuradores de Justiça, numa clara ofensa à independência funcional.

União



Na mesma pegada de Ivana Cei, a Associação Nacional dos Membros do MP (Conamp) e Associação Nacional do Ministério Público Militar também anunciaram motivos para que deputados rejeitem a PEC  5.

Uma das razões seria o enfraquecimento e a independência funcional da instituição.