Adesão



Ex-prefeito de Mazagão, Dilson Borges, já fora da página do MDB, doravante passa a usar broche do PROS, por onde disputa cadeira a estadual em outubro.

E, como boas-vindas, a presidência do municipal do partido em Santana —posse na quarta, 1º.

“E com direito a fogos e clarinadas”, garante Sandra Lacerda.

Planejamento



Randolfe trata com prefeitura MCP e CEF sobre emenda para um novo programa habitacional em Macapá.

É o Casa Verde e Amarela, com R$ 10 mi pra investimento, em parceria com Acácio Favacho.

Bando o baralho



Se eleição ainda é assunto político da praia de bons estrategistas, Feijão, ex-deputado, é daqueles de vencer campeonato.

Daí já estar nos planos de Jaime Nunes para se juntar a Alvarenga na coordenação da campanha dele rumo ao Setentrião.

Mudança de rumo



Já passa pela cabeça de Palmira de repente virar a chave, para, ao invés do Senado, ir a deputada federal em outubro, segundo relato de interlocutores.

Talvez, apenas talvez —porque tudo ainda depende de uma boa conversa com Guaracy Jr., lembra a coronel.

Chumbo grosso



Guaracy Jr. já trabalha, usando redes sociais, pra ser “o osso duro de roer” no projeto de reeleição de Davi Alcolumbre.

A demora pra liberar sabatina do irmão evangélico André, para o STF, como artilharia pesada à disposição.

Preferido



No Amapá, o PT, pra fortalecer nominada, e fazer pelo menos um federal, deve mesmo federalizar com PSB e PCdoB; mas o candidato será Marcos Roberto [amiguinho de Lula], ao invés de Nogueira que, se for, será a estadual.

Engasgo



Federalização proposta pelo PT, junto com PSB e PCdoB, já é considerada por Marcivânia como um remédio amargo demais pra engolir.

Porque não acha uma boa ideia medir forças com colegas de um mesmo condomínio —leia-se, Camilo e Marcos Roberto.

Encrenca



Ex-presidente do Imap é condenado a 4 anos de prisão.

Bertholdo Dewes Neto foi responsabilizado em ação que apurou o uso do órgão ambiental para beneficiar sojeiros e responderá por crimes de falsidade ideológica, corrupção passiva e advocacia administrativa.

Trabalho



Mútuos afagos, Davi Alcolumbre e WGóes tiveram encontro na sexta (26) em BSB, mas nada a ver com pauta política e sim “para tratar da Agenda Amapá, que agrega um conjunto de ações modernas e estruturantes para o nosso estado” informou Waldez.

Tangente



Ainda sem nada a declarar sobre seu futuro político em 22, WGóes tem se limitado a dizer que “com diálogo, união e planejamento, o amapense terá um final de ano repleto de conquistas e um 2022 com um ritmo ainda mais forte de trabalho.”

Tem dito aos quatro cantos.

Precaução



OMS pede vacinas e alerta que variante ômicron representa risco global “muito alto”.

De acordo com a entidade, a mutação é prova de que a pandemia apenas vai ser controlada quando freada a partir da África do Sul.

Queda



Após derrora na final da Libertadores, Flamengo anuncia saída do técnico Renato Gaúcho.

Para alguns analistas esportivos, o trabalho de Renato no FLA foi até menos consistente do que o de Rogério Ceni.

Agenda



Presidida por Alcolumbre, CCJ faz três reuniões na terça (30) para deliberar sobre PEC dos Precatórios e sabatinas.

Uma das reuniões será pela parte da manhã e vai tratar apenas da PEC.

As outras duas, às 14h e às 17h, destinam-se a sabatinas de autoridades.

Afagos



Presidente da CCJ, Alcolumbre escolhe Elziane Gama, senadora evangélica, para relatora da sabatina de Mendonça no Senado.

“Atitude mostra que o colega, como judeu, jamais seria um intolerante religioso”, pontuou a senadora, agradecida

pelo convite.

Alvo



PF, que investiga casos de fraudes no gabinete do deputado Alberto Negrão, volta a tocar sirene Alap adentro, mas agora com 15 mandados de busca e apreensão a cumprir.

Esquema teria desviado algo em torno de R$ 1 milhão —levantamento da Operação En Passant.

TRE, em maio, chegou a determinar afastamento do parlamentar investigado, mas com decisão rejeitada na Assembleia Legislativa.